NORMAS

verification-of-delivery-list-clipboard-

Normas para a elaboração do capítulo do Livro “Imagens da Cultura” 

  

     O texto deverá ser digitado em Microsoft Word 2010 ou superior e apresentar a seguinte formatação: 

  • Poderá ter entre 15 a 20 páginas, incluindo ilustrações  e Referências; 

  • Utilizar folha tamanho A4; configuração da página - orientação retrato, margens superior e inferior 2,5 cm; esquerda 3,0 cm e direita 2,0 cm; A4; 

  • fonte - Arial, tamanho 11; 

  • formatação de parágrafo - alinhamento JUSTIFICADO, espaçamento entre linhas de 1,5 e espaçamento DEPOIS do parágrafo de 6 pt, SEM RECUO de parágrafo; 

  • legendas, tabelas, quadros e gráficos - fonte Arial, tamanho 9, espaçamento entre linhas SIMPLES e SEM espaçamento entre parágrafos, alinhamento CENTRALIZADO. As figuras, tabelas ou quadros deverão ser apresentados no próprio corpo do texto, próximo do local onde são mencionados; 

  • notas de rodapé - deverão ser utilizadas, quando estritamente necessárias, apenas para notas explicativas e não para notas de ”bibliografia”. 

       Seu texto deverá seguir os moldes de um trabalho científico, assim os itens a seguir são OBRIGATÓRIOS: 

  • Título em negrito, fonte maiúscula, texto justificado. 

  • Nome do (s) autores abaixo do título e alinhados à direita. Em nota de rodapé deve-se incluir um minicurriculo dos autores e e-mail para contato. 

  • Título da Sessão temática (ver programação do congresso) 

  • Resumo em Português  - fornece texto com informações que permitem ao leitor decidir sobre a conveniência, ou não, da leitura do texto completo, expõe sinteticamente finalidades, metodologia, resultados e conclusões; Texto entre 200 e 250 palavras, redigido em um único parágrafo, sem recuo de parágrafo. 

  • Palavras-chave em Português (3 palavras) 

  • Abstract - seguir os mesmos requisitos do resumo em português, apenas vertendo o referido texto para a língua inglesa. 

  •  Keywords - traduzir para o inglês as mesmas palavras-chave indicadas em português. 

  

  • INICIAR EM UMA NOVA PÁGINA: 

 

INTRODUÇÃO - apresente de forma objetiva a relevância (importância) de seu trabalho, a problematização, os objetivos;  metodologia etc. 

  

DESENVOLIMENTO OU REFERENCIAL TEÓRICO -  O texto inicia com um subtítulo e abaixo deste, o texto segue com um conteúdo argumentativo que traz a revisão da literatura e que contempla conceitos e estudos que foram e/ou estão sendo realizados de acordo com a área afim de seu trabalho; pode  incluir subtítulos caso necessários; e todas as citações ao longo do texto deverão ser feitas pelo sistema autor-data, observando-se as normas da ABNT NBR 6023 e NBR 10520. Seguem exemplos mais adiante. 

  

CONSIDERAÇÕES FINAIS -  texto que finaliza o estudo retomando os objetivos da pesquisa, ressaltando se foram ou não atingidos, e outras considerações que achar pertinentes neste item. 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS - relação de fontes em ordem alfabética, pelo sobrenome do autor, de todos os autores citados ao longo do trabalho, elaborada de acordo com a norma da ABNT 6023. 

 

        O Capítulo deverá ser construído com base na elaboração textual que insere citações de fontes consultadas de acordo com a NBR 10520. Veja exemplos:  

  

Citação direta curta 

       Trechos de fontes selecionadas, até 3 linhas, que são incorporadas no texto que está sendo elaborado. Insere-se no corpo do texto com uso de aspas, e ainda, a indicação de autor (sobrenome), data e página(s) de suas referências. Veja o exemplo: 

  

     Dalberio e Dalberio (2009, p. 57) afirmam que: “Hipótese é, precisamente, uma resposta provisória ou uma ideia preestabelecida, apresentada como solução do problema a ser investigado desenvolvimento do espírito que se torna, aos poucos, autoconsciente: da infância à maturidade passamos de uma concepção mágica da existência para uma racional. 

  

Citação direta longa 

   Destacado do texto, insere-se o trecho (com mais de 3 linhas) a ser reproduzido, com recuso de 4 cm da margem esquerda, utilizando-se fonte menor e espaço simples,  como abaixo: 

          Almeida Junior (2014, p.40), a este respeito, afirma: 

Do mesmo modo, Hegel também concede estágios para o desenvolvimento da humanidade baseados no desenvolvimento do espírito que se torna, aos poucos, autoconsciente: da infância à maturidade passamos de uma concepção mágica da existência para uma racional. 

 

Outro exemplo: 

         Os impasses e as possibilidades neste início de século, como por exemplo [...] e em busca de encontrar respostas para os impasses organizacionais na contemporaneidade. 

No Brasil, ser bem sucedido como empreendedor não é tarefa fácil, mas aqueles que conseguem tornam-se referência pela ousadia, criatividade, inovação e persistência, que geralmente acompanham esses indivíduos diferenciados (DORNELAS, 2014, p. 09). 

 

 

Citação indireta 

        Esse tipo de citação é praticamente um resumo do que diz o autor consultado. Insere-se no texto em construção e deverá estar acompanhado dos dados do sobrenome do autor e data. Exemplo: 

 

        E assim [...] parece assemelhar-se a um cenário de sonho como sugere Freud (1900/1969b, 1900/1969c) em sua Interpretação de Sonhos, e como tal pode ser entendido como materialização de conteúdos presentes no inconsciente pessoal que atestam a existência de objetos mentais como: desejo, frustração, perda, dor e desespero, imaginação e loucura.  

 

           Ou ainda, com indicação da fonte no final do trecho: 

 

          [...] os pais constituem para a criança pequena a autoridade única e a fonte de todos os conhecimentos. O desejo mais intenso e mais importante da criança nesses primeiros anos é igualar-se aos pais (isto é, ao progenitor do mesmo sexo), e ser grande como seu pai e sua mãe. (FREUD, 1909/1969a, p. 243). 

  

Citação da citação 

       Sempre que não se tem acesso direto a uma obra pode-se fazer uso de textos de autores que nos oferecem conteúdos de outros por meio deste recurso que é a citação da citação. Neste caso, é necessário citar o autor do pensamento central, assim como o autor que o apresenta, com indicação de datas. Quando couber, também deve ser mencionada a página do trecho na fonte referida e usar fonte menor e espaço simples, se adequado a trecho maior que 3 linhas. O fator indireto de consulta de fontes pode ser inserido por meio do termo latim “apud” ou “citado por”. Exemplo: 

 

          Vieira (2003, p. 297) faz menção à Santaella (1992, p.144) que cita o pensamento de Prigogine, como segue: [...] Ora, o que Prigogine chama de tempo, Peirce chamava de semiose (ação do signo). Aliás, o tempo não é outra coisa senão o desenrolar-se da semiose, processo autogerativo de signos, signos gerando signos e sendo gerados de signos [...]. 

 

          Outro exemplo é quando o trecho é menor de 3 linhas: insere-se o texto com aspas e indica-se autor principal, data, página (se tiver a informação) seguido do termo “apud” e identificação de sobrenome do autor que menciona a fonte, data e página.  

 

      Segundo Cañada (2006 apud LOPES, 2012, p. 39) as etiquetagens sociais das mensagens na internet podem ser identificadas em quatro estilos classificados segundo o “benefício social ao grande grupo de usuários e a motivação que leva o usuário a etiquetar” [...] 

Conselho editorial

Prof. Dr. Amálio Pinheiro (PUC/SP) 

Profa. Dra. Cecilia Almeida Salles (PUC/SP) 

Profa. Dra. Cleusa Kazue Sakamoto (FAPCOM) 

Profa. Dra. Isabel Orestes Silveira (MACKENZIE)

Profa. Dra. Maria Lucia Vasconcelos (UPM) 
Profa. Dra. Suze de Oliveira Piza (Universidade Federal do ABC)